segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

NUNCA AME SEU PARCEIRO MAIS DO QUE VOCÊ MESMO.


É.
Parece assustador e egoísta à primeira lida, o título deste post.

"NUNCA AME SEU PARCEIRO MAIS DO QUE VOCÊ MESMO."

Sei que alguns irão discordar, me criticar, questionar minha experiência em relacionamentos e coisa do tipo.
Mas espere!
Leia primeiro o que eu tenho a dizer. Pode ser que no fim, você acabe por concordar comigo!

Do que é feito um relacionamento?
Você sabe?

Citemos palavras tais como: afeto, cumplicidade, companheirismo, respeito, compreensão, paciência, tolerância, amizade... e um monte de outras palavrinhas que eu poderia ficar aqui hoooooras citando.

O relacionamento é como uma construção.
Para que o casal construa sua casa, eles terão, juntos, de levar o alicerce bem firme e em seguida, colocarem tijolo por tijolo...
Um tijolinho da paciência, outro tijolinho do carinho...

E muitas vezes, o que vemos é bem diferente de tudo isso (que eu sei que você concorda).
Vimos apenas um, tentando subir sozinho uma parede, colocar e carregar os tijolos e quando acha que conseguiu construir sozinho a sua casa do relacionamento, ele vê a parede desabar. Tudo se perder.

Devemos amar, dar o nosso melhor, compreender, querer bem, respeitar, cuidar... MAS NUNCA, repito, NUNCA se anular, perder sua identidade, por causa de outra pessoa.

Você foi criado ÚNICO para viver UNICAMENTE suas experiências.
Pode até se fundir, "se tornar um" como dizem romanticamente, mas nunca perder seus valores, a pessoa que você é com os sonhos que você tem.

Se são muito diferentes, com sonhos extremamente diferentes, querendo seguir caminhos praticamente opostos, tá na hora de pensar se essa pessoa é mesmo aquela que nasceu pra te acompanhar uma vida inteira...

Ceder numa relação é hiper importante, não me interpretem mal.
O que você não pode é se ANULAR.
Viver uma vida inteira somente em função do outro, como contam as poesias e romances!
A vida real é diferente! Infelizmente.
Te choquei?
Choca não.
Tudo o que queremos nesta trajetória é a felicidade, e, em prol dela fazemos muitos sacrifícios, bem sei.
Mas lembrem-se que a felicidade independe de pessoa ou situação.
Sendo assim, você só precisa estar bem consigo mesmo para que possa ser feliz.
Para que possa amar e ser amado da forma como sempre sonhou.

Não se perca numa relação. Nunca.
Defenda suas idéias e seus direitos. Seja boa companheira, amiga, mas não seja escrava nem uma empregada doméstica do seu parceiro.
Ele precisa te respeitar.
E você, precisa, antes de amá-lo, AMAR A VOCÊ MESMA.

#prontofalei

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

NÃO VIEMOS AO MUNDO À PASSEIO.


Já diziam:
 
 
"Você não veio ao mundo à passeio!"



E hoje eu entendo que não.
Mas vivo por me fazer uma pergunta que, talvez, você também faça de vez em quando, tipo... naqueles momentos onde sua cabeça não está tão turbulenta e, uma estranha lucidez parece apontar e você se pega pensando em coisas inacreditáveis sobre a vida e o mundo.

Porquê eu nasci?
Qual a minha função ou missão na Terra?

Claro que, caminhamos todos para a evolução.
Devido a isso, nascemos muitas vezes e tantas outras, justamente porque, na primeira vez, quando éramos simples e ignorantes, começamos a fazer um tanto de besteiras que fez com que hoje, nascêssemos diversas vezes para consertar tudo de errado que fizemos e acertar contas passadas...
 
 
Olhando por esse prisma, acredito que verá lógica nisso.
Afinal, não é a toa que irmão odeia irmão ou pais e filhos se duelam uma vez que deveriam se amar.
Taí a explicação para irmãos de alma serem mais irmãos dos que os de sangue, ou por existir aquelas afinidades transcedentais, aqueles reencontros inesquecíveis ou aquelas aversões a primeira olhada!

Mas apesar de tudo isso, de todos esses "consertos" que nem sempre conseguimos fazer, uma coisa é certa: Não viemos ao mundo a passeio.

Um lugar onde há tantas dores e sofrimentos, tanta gente precisando de uma palavra amiga daquele que pode fazer isso!
Tantos ditos maiores que podem ensinar aos menores...
 
 
Eu me pego pensando em qual seria a minha missão no mundo...

Algumas pessoas escolhem ser médicos por amor e vocação. Esses, têm uma linda missão no mundo, curar, ajudar diretamente um enfermo.
O palhaço também. Ele faz rir aqueles que choram a todo tempo...

E eu??
E você?
Já pensou nisso?

Já pensou que o tempo pode estar passando e você NADA de fazer aquilo que combinou antes de nascer?
Tudo bem que você nem saiba o que seja. Como eu também ainda não descobri o que "querem de mim".
Mas ainda assim, importante ficarmos atentos.
Haverá um tempo em que teremos de abrir as portas de nossas casas para os desabrigados.
Haverá um tempo em que teremos de engolir todo nosso orgulho e limpar feridas e atender pedidos de socorro.
 
 
Os mais esclarecidos têm uma tarefa importante.
Não foi à toa que nascemos, não é à toa que estamos aqui!
Precisamos nos preparar. É chegada a hora...

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

BRILHE! NÃO SEJA MAIS UM NA MULTIDÃO...


Hoje eu enfrentei a grande multidão.
Enfrentei a região central de Belo Horizonte em período de compras de Natal.
Imaginou?
E para suportar toda a correria, pessoas esbarrando em você, outras correndo apressadas, resolvi buscar pelo brilho.

Sim, o brilho!!

Alguém que brilhasse e se destacasse na multidão.

É, porque isso acontece! Algumas pessoas têm um brilho natural.
Talvez não seja a beleza física, nem mesmo a roupa transada ou o penteado da moda.`
É mais que isso.
É algo no olhar, na expressão do rosto, na forma de andar e se portar diante da sociedade.

Tantas pessoas perdidas em seus próprios pensamentos, se perguntando o que farão daqui 1 minuto e nem sequer, se lembram de brilhar!
Sim, porque pra brilhar, você tem de querer fazer isso...
Pode ser natural para algumas pessoas mas, para a maioria, treino!!!

É como se você olhasse da janela do alto de um prédio e avistasse lá embaixo toda a multidão passando pela calçada.
Algumas pessoas preocupadas, outras carregando embrulhos e muitas a passos rápidos.
E de repente, alguém dentre todas elas, te chama a atenção.
Está na forma de andar, lenta e descompassada, na forma que passa as mãos pelos cabelos e que sorri com os olhos.
Uma luz maior se fez ali.

Pois então, se você não quer ser mais um na multidão, pense em como anda quando está nela.
Sai correndo, cara amarrada ou mente repleta de pensamentos tumultuosos?

Não!!
Tá errado!!

NÃO PASSE DESAPERCEBIDO PELAS PESSOAS.
NÃO SEJA MAIS UM NA MULTIDÃO.

Conquiste seu brilho!
Precisa de exercício, claro!
Comece com aquela expressão de como se estivesse saboreando um delicioso sorvete!!
Verá como seus olhos brilham e um ar de prazer é refletido neles.
Ande como se não tivesse pressa, como se estivesse na passarela da vida, nascido lindo ou linda simplesmente para deixar a platéia de queixo caído!
Cuidado com os gestos e a postura, eles falam muito sobre você.
Acredite em seu potencial e no quanto sua presença é luminosa e ela será.

Claro que a gente não lembra disso todos os dias, que quando vemos lá estamos nós andando de cabeça baixa e falando sozinho no meio de todo mundo!

Mas calma... Vá com calma.
Tudo isso precisa de treino.

Hoje, mais do que nunca percebi, o quanto é difícil encontrar alguém que brilhe na multidão.
Mas tenho certeza que a partir deste post, encontrarei mais pessoas brilhando.
Porque tenho certeza que passarei por você e perceberei seu brilho se destacando na multidão cinza das ruas da cidade...

Boas!!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

EU, ME VINGAR?


Dizem que os escorpianos são muito vingativos.
Que nunca agem de cabeça quente, esperam o melhor momento para "dar o troco".
 
 
Pode até ser verdade.
Se eu parar pra pensar nas coisas que penso e na mente que tenho, chegaria a fácil conclusão de que sou uma psicopata!! rs..

Mas mesmo que você tenha todos os indícios do mau (e mesmo que você não seja um escorpiano), mesmo que você realmente tenha o desejo forte de se vingar e realmente o faz, uma hora a vida te ensina que as coisas não funcionam bem assim, à base do dente por dente olho por olho como dizia Moisés a milênios...
 
 
Você aprende a confiar no tempo e na providência Divina.
Aprende a acreditar que tudo tem um retorno, que suas péssimas atitudes um dia, voltarão até você.
E a outra pessoa?
Não estará nem aí.
Quem estará sofrendo com o resultado de seus próprios atos, será voce mesmo. Mais ninguém.
 
 
A vingança pode ser roteiro de excelentes filmes. Admito, a maioria que foram baseados na vingança de um guerreiro ferido com toda sua família dilacerada, são geniais!! Só nos filmes...
 
 
Por diversas vezes, tive em meu coração o desejo maléfico, devastador e dominante de destruir alguém. De desejar a ele o mesmo que fez a mim, senão pior!

Mas do que adiantaria?
Após o término da minha vingança e daquele sentimento de "consegui"... o que vem?
O vazio vem.
É ele mesmo... te dizendo que você é um "nada", que você é tão pequeno e mesquinho como aquele que te fez mal.
Que ele estava mais que certo porque, afinal, você também não presta! Você se deixou ser guiado pelos sentimentos de revolta, de orgulho ferido e se vingou. Fez absolutamente igual, senão pior, que o outro.

Ah, se sentiu satisfeito (a)?
Só por enquanto.
Quando o efeito do veneno passar, perceberá que pessoa ruim você se tornou.

Por isso, deixe que a vida se encarregue de responder o mal àquelas pessoas que o fazem.
Não deseje a elas o mesmo que desejam a você (caso seja ruim).
Veja-se além disso tudo, além do bem e do mal. Além.

E no mais, vai cuidar da sua vida que é o melhor que você tem a fazer, não acha?

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

A VIDA TE DÁ O QUE VOCÊ OFERECE A ELA


Meu coração doía enquanto observava ela dizer suas palavras e chorar tão aborrecida.
Ela teve chateações no trabalho, o que não é de se espantar, afinal, eu e você também já tivemos muitas chateações no trabalho, algumas perseguições e outras tantas humilhações.
Mas apesar dos anos, ela ainda não compreende porque as pessoas agem dessa maneira.
Porque invejam, porque perseguem ou porque machucam e ofendem.
Ela não compreende.
E tudo o que faz é chorar e ficar muito, mas muito magoada...

Mas apesar das lágrimas, algo muito interessante de se ouvir e refletir, ela disse:

"As pessoas reclamam querendo entender porque sofrem, mas esquecem que fazem outros sofrer.
Se, pelo contrário, fizessem as pessoas sorrirem, com certeza estariam sorrindo também..."

Me faz lembrar que tudo o que vai volta.
Mesmo que demore.
A vida é o que você faz dela. A forma como pensa, como age, como trata as outras pessoas.
É como um espelho. Cada atitude sua é refletida nesse grande espelho e volta pra você.

Se sorri, é bem humorado e deixa as pessoas à sua volta felizes, é fato que refletirá alegria e a felicidade estará em sua vida.

Agora, como pode reclamar que somente sofre, que as coisas não dão certo se você só deseja o mal do seu próximo, só ofende, diminui e menospreza?

É o reflexo!!
Acorda e perceba que, enquanto existir ódio, rancor e desprezo dentro de você será somente isso que a vida lhe oferecerá.

Porque ela sim, te oferece muita coisa.
Mas é claro, vai depender do que VOCÊ oferece pra ela.

Captou?

Uma boa idéia pode ser você dar uma "geral" no seu comportamento e, acredito que, compreenderá muito do que tem acontecido em sua vida.

Como eu disse: é um reflexo.

Causa e efeito. Quem planta, colhe e... use o termo que quiser!
Mas compreenda. Só isso.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

ESPERANÇA (parte II) - Rogério Ps


Recentemente, recebi alguns textos de um amigo muito querido, Rogério PS.
Alguns, já postei aqui e ainda ficou faltando um que, particularmente, é o meu preferido.
"Esperança - parte II" é como ele entitulou seu adorável texto.
Confira:

Você olha para os lados, procura a sua volta e não consegue encontrar nenhuma saida... Você se encontra perdido, desiludido e numa escuridão profunda capaz de impedir até mesmo que o mais óbvio e aparente seja visto ou percebido.
Em meio a lágrimas seu mundo se vai, as esperanças se vão... a vontade de lutar também.
E nos vemos caminhando a passos largos rumo a um triste e doloroso final.
De mãos atadas sem poder fazer absolutamente nada, nos sentimos incapazes, inúteis e dignos de uma dor desnecessária que não apenas fere mas deixa marcas eternas em nossas vidas...
O mais engraçado é que em meio ao caos e a esta certeza de que seu mundo se vai, o destino às vezes nos surpreende...
Muitas vezes, sem explicação e até atribuido a uma “força divina”, o que aparentemente estava perdido se recompõe.
As esperanças renascem em meio ao medo e a “quase” certeza da derrota!
Em meio a toda aquela escuridão uma luz surge...
O que antes era vazio agora transborda um sentimento de que tudo é possível, de que mesmo quando tudo parece estar perdido o próprio destino se encarrega de mudar essa realidade nos fazendo acreditar que independente dos meios o que importa é como chegaremos ao final.
Suportar as dores, as intempéries e aprender a conviver com as desilusões pode se tornar algo comum porém de extremo valor e relevância em nossas vidas porque, mesmo que os “meios” não tenham sido como o planejado, ao “final” de tudo poderemos dizer com orgulho que cada batalha valeu a pena, até mesmo as batalhas em que as derrotas foram inevitáveis mas que em meio a tudo serviram para contribuir para um resultado final muitas vezes além do esperado!
Rogério Ps

Uma linda semana a todos!!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

NUNCA DESISTA DOS SEUS SONHOS


Uma vez eu ouvi alguém me dizer:

"Eu não nasci para viver meus sonhos e sim, os sonhos dos outros! Desisto."

E, por mais que eu saiba que a vida tem lá seus percalços, que nem tudo é fácil, eu fiquei incomodada com o que ouvi.

Porquê?

Você ainda me pergunta o porquê?

Porque os seus sonhos são preciosidades...
São tudo que te move, o que te faz respirar e acordar disposto toda manhã.
Sem os sonhos... o que você se torna?

Mark Twain recomendou que:

"Nunca se afaste de seus sonhos.
Porque se eles se forem, você continuará vivendo,
mas terá deixado de existir."

Terá deixado de existir.

Eu tenho muitos sonhos.
Uns maiores, outros menores...
Mas os tenho.

Não sei quantos realizei, talvez nenhum ou algum tão pequenino que mal me recordo.
Os grandes eu ainda não realizei.
E nem mesmo sei quando os realizarei, só sei que... deixar de sonhar, meu amigo, Jamais!!!

Não vou deixar de sonhar, de criar, de imaginar, esperar e correr atrás daquilo que eu quero, mesmo que leve minha vida inteira, mesmo que eu pareça desistir por um tempo...
Se o sonho for verdadeiro e não um luxo apenas, não desistirei tão fácil assim.

Por vezes, a vida nos oferece outras coisas ao invés da realização de nossos sonhos e desejos.
A vida também tem o seu tempo e acredito, que cada sonho também tenha o seu momento de se realizar.
Mas o que não podemos, é desistir dele, mesmo que agora, não seja o momento ideal.

E foi Bob Marley que disse que

"Dificil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que se mais ama."
Não desista dos seus sonhos!!
E dê um "olé" nos obstáculos que te impedem de chegar lá! \o/

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

ESTENDAMOS O BEM - Emmanuel


Olá, amigos leitores!
Nesta semana, abri o livro "FONTE VIVA" de Emmanuel, psicografado por Chico Xavier, ao acaso e dei de cara com essa mensagem que gostei muito, me fez refletir e agora, faço questão de compartilhar com vocês.


ESTENDAMOS O BEM

Repara que, em plena casa da Natureza, todos os elementos, em face do mal, oferecem o melhor que possuem para o reajustamento da harmonia e para a vitória do bem.

Quando o temporal parece haver destruído toda a paisagem, congregam-se as forças divinas da vida para a obra do refazimento.

O sol envia luz sobre o lamaçal, curando as chagas do chão.
O vento acaricia o arvoredo e enxuga-lhes os ramos.
O cântico das aves substitui a voz do trovão.
A planície recebe a enxurrada, sem revoltar-se, e converte-a em adubo precioso.
O ar que suporta o peso das nuvens e o choque da faísca destruidora, torna à leveza e à suavidade.
A árvore de frondes quebradas ou feridas regeneram-se, em silêncio, a fim de produzir novas flores e novos frutos.
A terra, nossa mãe comum, sofre a chuva de granizos e o banho de lodo, periodicamente, mas nem por isso deixa de engrandecer o bem cada vez mais.


Por que conservaremos, por nossa vez, o fel e o azedume do mal, na intimidade do coração?

Aprendamos a receber a visita da adversidade, educando-lhe as energias para proveito da vida.
A ignorância é apenas uma grande noite que cederá lugar ao sol da sabedoria.
Usa o tesouro do teu amor, em todas as direções, e estendamos o bem por toda parte.

A fonte, quando tocada de lama, jamais se dá por vencida. Acolhe os detritos no próprio seio e, continuando a fluir, transforma-os em bênçãos, no curso de suas águas que prosseguem correndo, com brandura e humildade, para benefício de todos.

"Não te deixes vencer pelo mal, mas vence o mal com o bem." Paulo (Romanos, 12:21.)


Muito amor aos corações!
=D

terça-feira, 8 de novembro de 2011

MEU ENVELHECER...


Ontem eu completei mais de 30 primaveras... Bem mais! rs.
E essa data só me fez refletir.

"Puxa! Mas um ano vivendo, né?"

Sim. Mais um ano viva!

Dentro desses anos todos, parece que vivi diversas vidas em uma só.
Tantas experiências, tantas provações, tantas pessoas!
Umas que vieram e se foram com a mesma velocidade.
As milhares de vezes que meu coração acelerou e outras milhares que ele chorou...

E pode parecer ridículo, mas penso que não o é, MESMO, para nós mulheres, mas:
ESTOU ENVELHECENDO...

Falo de pele, de corpo, de tudo!
Por mais que mantenhamos o espírito jovem, seu corpo envelhece.
Não sou mais a mesma de 10 anos atrás e também, seria querer muito que fosse.
Minha mente envelhece, às vezes mais lenta que meu corpo, mas envelhece.

Olhando para a pele de minhas mãos, para o meu rosto, eu devia ficar triste por envelhecer.
Mas não posso e também não devo ficar.
Mesmo que eu insista em me perguntar "o que foi que eu fiz da minha vida?", isso não pode ser um motivo pra me deixar triste.
Deve sim ser um motivo de comemoração por ter vencido mais um ano e por ainda sorrir quando tanta coisa difícil e dolorosa você enfrentou...

E eu agora estou aqui, com uma taça de vinho do lado, escrevendo essas arrastadas palavras, enquanto Lenine canta ao fundo.
O envelhecer tem suas vantagens.
Faz você não se importar se saboreia um vinho sozinho, pelo contrário, muitas vezes você prefere, e ainda te faz escrever porque você pensa, você contempla, reflete.

O amadurecimento tem lá suas qualidades.
Pena que o corpo não se congela no tempo...

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

ETERNAMENTE APAIXONADA...



E tá que o dia amanhece e as pessoas parecem mais inspiradas com relação à vida e ao amor...
O que está havendo?

Boa pergunta.
Não sei responder. Não mesmo.
 
O clima, será? O final do ano...?
Algum astro hiper mega amoroso passando sobre o signo de todos?
Pois é. Não saberia dizer.
 
Só sei que, numa dessas manhãs, abro minha página numa rede social e um dos meus amigos posta a seguinte frase:


"A vida é minha. Mas o coração, é seu.
O sorriso é meu. Mas o motivo, é você..."
Leo Roscoe
 

Essa frase é do querido Leo Roscoe e que, aposto, tirou muitos suspiros, inclusive os meus!
Não posso negar!rs.
 
O ser humano anda tão carente e tão isento de afeto, frio e distante, que de repente, eis que surge como uma chama, alguém e um sentimento.
E que, com o seu sentimento nas nuvens, com a inspiração a lhe derramar pelos poros, faz muita gente refletir sobre o sentimento ou com a possibilidade de vir a conhecê-lo.
 
Amo falar do amor porque "AMO".
 
Posso não amar uma única pessoa ou posso nem mesmo estar sentindo neste momento o amor que existe entre um homem e uma mulher, mas ainda assim, digo que "amo".
 
 
Digo que sou "eternamente apaixonada" porque palavras de amor, cores e sons me inspiram!
Digo que sou "eternamente apaixonada" porque sinto a presença do amor em tudo que faço, para cada lugar que olho.
Digo que sou ainda mais "eternamente apaixonada" porque recebo o amor em cada abraço e sorriso das minhas crianças, assim como de cada olhar e toque dos meus amigos...
 
 
Sou eternamente apaixonada e, por incrível que possa parecer, não por uma única pessoa.
E, sempre que me pedir pra escrever ou falar sobre o amor, eu saberei fazê-lo, porque ele vive em mim e não no outro.
Ele vive em mim...
Eternamente.


quinta-feira, 3 de novembro de 2011

ESPERANÇA (parte I) - por Rogério PS

por Rogério PS


É impressionante como a vida muitas vezes nos surpreende.
Quando menos esperamos, algumas vezes até sem motivos aparentes, criamos em nossos corações um certo grau de esperança em algo que queremos que aconteça ou que simplesmente buscamos para nossas vidas.
Nos vemos em uma situação onde tudo parece de certa forma conspirar para que dê certo, para que seja real e consistente no que diz respeito ao fato em si, porém mesmo com tudo a favor somos surpreendidos com um sentimento vazio, um sentimento de derrota, uma desilusão por perceber que toda a esperança era simplesmente imaginária, algo criado talvez como um refúgio a uma realidade que se demonstra fria, cruel e totalmente indesejada.
Nesses momentos é preciso parar e pensar...
Tentar entender onde estão os erros  e quais foram os motivos pelos quais essa vaga “esperança” foi criada inútilmente...
E também se conscientizar que mesmo fazendo nossas escolhas, muitas vezes, é a vida quem dita as regras nos restando apenas a opção de nos tornarmos passageiros em uma viagem onde não se sabe o destino e nem a duração.
Onde a única certeza se resume ao saber  que esta viagem uma hora chegará ao final.


Rogério PS
cantor, compositor e instrumentista.
@rogeriopsmusic

terça-feira, 1 de novembro de 2011

FELIZ AMOR - por Rô Pinheiro


por Rô Pinheiro

Outro dia, ao estudar para uma prova de Teoria da Literatura, deparei-me com um poema de Carlos Drummond de Andrade... "Entre o ser e as coisas": eis o título do texto. Logo na primeira estrofe, tropecei em meus pensamentos, que não me permitiram a continuação da leitura. 


 "Onda e amor, onde amor, ando indagando
...
ao largo vento e à rocha imperativa,
e a tudo me arremesso, nesse quando
amanhece frescor de coisa viva."

Onde? Onde? O amor, por vezes, parece-nos tão utópico, tão... Sublime demais para se concretizar em nossa humilde existência mundana!
Não, Rô, não seja assim tão radical, o amor é mesmo um sentimento transcendental, mas pode, sim, ser sentimentalmente palpável!

"Onda e amor, onde amor."

Às vezes, o Universo nos presenteia com uma onda de amor, daquelas arrebatadoras, raras e intensas... Só que, como o mar, nossa existência também está em movimento e, então, a onda, após se derramar - irresistível e fortemente - em nossa areia interior... Cede espaço às marés – mais constantes, menos intensas, mas agradáveis. É o ritmo do mar. É o ritmo de amar. Onde o amor? Entre o ser e as coisas. Entre o nosso corpo e as outras materialidades. Num lugar puro está ele. Numa abstração enérgica e imortal que pulsa ao nosso redor... Alma.

Meu mar, hoje, está tranquilo, meu amor vem em marés... A onda gigante, contudo, já me arrebatou e, logo, minha areia psíquica ela inundou! Vestígios dessa onda existem naquele lugar-alma que não podemos ver: conchinhas mágicas e a pérola que brilhou meu ser!

 SEJA EM ONDAS OU EM MARÉS, FELIZ AMOR!
 


Professora, escritora e amiga


Obs: Agradeço com todo meu carinho à Rosana Pinheiro pelo texto escrito especialmente para o nosso Blog. --- Cris Souza.


segunda-feira, 31 de outubro de 2011

QUANDO AS COISAS DÃO ERRADO...


Você tem dois caminhos quando quer muito alguma coisa:

1 - Acertar
2- Errar

Parece simples, mas eu sei que não é.
Se pensarmos bem, tudo o que almejamos, seja lá um projeto, um sonho, um relacionamento, uma vida, um negócio... tem 50% de chances de dar certo. Assim como tem os mesmos 50% de chances de dar errado.

O que diferencia a possibilidade do aumento da porcentagem para cada categoria é a forma como você lida com aquilo que você quer.

Tenho aprendido com meus erros ao longo dos anos e sei, que na maioria deles, eu tinha muito mais que metade das possibilidades de acerto, o que, com minhas atitudes errôneas e meus pensamentos auto-destrutivos, fiz com que essa porcentagem diminuisse significativamente.

Caminhei longos caminhos em direção aos meus sonhos e, na metade deles, eu desisti, sem saber ao menos se acertaria ou não. Se conseguiria ou não chegar até onde eu queria.
Acreditei já de princípio, que eu não conseguiria quando me deparei com as primeiras dificuldades.
Não fui forte, não fui persistente o suficiente para continuar e acertar.

Haverão vezes em nossas vidas, que você errará mesmo querendo acertar.
E haverão outras em que a própria vida se encarregará de lhe mostrar, através de um "deu errado", que o caminho certo pra você não era aquele.

Por isso devemos respeitar os caminhos oferecidos pela vida e as razões pelas quais ela, muitas vezes, nos desvia do que gostaríamos.

Osho já dizia que nem sempre o que gostaríamos é aquilo que a vida quer pra nós.
Então, devemos respeitar e compreender.

Então, quando "Tudo parecer dar errado" senta, respira fundo e relaxa.
A onda ruim há de passar e, com cabeça fresca, você saberá o que fazer.

Agora, quanto ao seu sonho e as porcentagens de erros e acertos, só depende de você.
Você pode dobrar essas possibilidades se fizer direito.
Poderá chegar ate onde gostaria se fizer como tem de ser feito, sem, por nenhum minuto, esmorecer ou esquecer do porquê que escolheu aquele caminho.

Você pode mais do que isso que vive neste momento.
Você pode mais do que essa vidinha que escolheram pra você.
É isso que você quer?

Se for, me calo agora.
Se não, corra e rápido pra realizar aquilo que você tanto sonha, sem sequer pensar que possa dar errado, medindo claro, todas as possibilidades e boas e fortes probalidades de acerto.

Não seja fantasioso.
Crie metas concretas com princípio, meio e fim e você chegará até seu destino.

Nem sempre as coisas darão errado.
A sua vez de acertar está bem perto.
Você só precisa acreditar.

domingo, 30 de outubro de 2011

HIPOCRISIA - Por Rogério PS

Por Rogério PS

Um dia desses eu estava “navegando” por um site de relacionamento e não pude deixar de perceber pessoas postando fotos da pobreza na África, de pessoas doentes, de crianças orfãs... Enfim, da desgraça que faz parte desse mundo idiota e impiedoso...

Porém, ver tudo isso me fez pensar e acabar me fazendo as seguintes perguntas:

SERÁ QUE AQUELES QUE POSTAM ESSAS COISAS FAZEM ALGO OU TOMAM ALGUM TIPO DE ATITUDE PRA MUDAR ESSA REALIDADE, ATÉ MESMO QUE SEJA A REALIDADE DE UMA ÚNICA PESSOA NESSA VIDA?!
 
Pode ser a do cara que sente fome do outro lado da esquina, a do deficiente físico, visual ou mental que muitas vezes necessita de um mínimo de atenção ou de uma ajuda básica para realizar tarefas do cotidiano...

SERÁ QUE ALGUÉM FAZ ALGUMA COISA?


Na maioria das vezes o mundo é hipócrita, as pessoas são hipócritas..
"tá na moda dar uma de que faz a diferença enquanto fazer de fato é algo cada vez mais raro"!
Sei que algumas pessoas se sentirão ofendidas ao ler este texto...
Então fodam-se literalmente...
Mudem suas atitudes ao invés de mudar o seu status numa merda de site de relacionamento pra tentarem se passar por alguém que nunca foram!
“O que pode mudar o mundo não é a divulgação  dos problemas e sim o que será feito em busca de uma solução para estes!”
Pense um pouco sobre o que acabou de ler, reflita em busca de mudanças...
Mudanças na atitude, no caráter e na forma pelo qual você encara esta dura e cruel realidade pois o próprio destino pode fazê-lo passar de espectador a protagonista de uma história indesejada e quase sempre interminável.

Rogério PS
Músico, compositor e instrumentista.
@rogeriopsmusic


sexta-feira, 28 de outubro de 2011

APRENDENDO COM "NICK VUJICIC".

Tem dias que você acorda e tudo o que mais precisa é de algo que te desperte para a realidade.
Para a SUA realidade.
Então, numa dessas manhãs, acordei meio "mais ou menos" (daquele típico jeito que acordamos de vez em quando) e deparei com este vídeo, postado por um amigo, em uma rede social.

Sendo assim, acho inútil quando algo que achei tão importante e que iluminou o meu dia fique empoeirado na estante do meu saber, do meu aprender.

É preciso fazer algo que muitos têm aprendido ultimamente que é COMPARTILHAR aquilo de bom (principalmente) que você recebe.

Observe através deste vídeo um resumo rápido da vida de Nick Vujicic.
Atente principalmente às suas palavras e a grande lição de vida que ele nos oferece através delas, assim como, através de seus atos (claro!).

 


 
"O que você faz quando falha?
VOCÊ TENTA DE NOVO!

 O que acontece se você cair?
VOCÊ SE LEVANTA DE NOVO!

 Você nunca saberá quando terá sucesso até tentar..."

(Nick Vujicic) 



quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Leitura das Mãos? O DESTINO QUEM CRIA É VOCÊ.


Quando eu era mais jovem, encontrei um artigo onde falava da "Quiromancia - arte de ler as mãos" e fiquei fascinada com aquilo!
Devorei o artigo como se fosse minha maior necessidade na época ou, como se eu precisasse disso pra passar de ano no colégio... rs.
Logo, busquei outras fontes e me aprofundei cada vez mais na magia dessa leitura e nos mistérios sobre a personalidade humana que eu desvendava a cada capítulo.
Não posso negar que já tenho um fascínio absurdo pela alma humana o que, a quiromancia só contribuiu pra essa certeza.

Não era só intuitivo, era técnica.

Linha da vida longa e bem marcada = vida longa e com saúde.
Linhas marcadas representam muita energia.
Linhas rompidas, algumas mudanças.
Linhas entrelaçadas (parecendo emboladas) na linha do coração, medo de se envolver emocionalmente... E por aí vai!

Hoje nem mesmo lembro tanto mais tudo aquilo que estudei.
Mas ao acordar olhando para as minhas mãos e linhas, me lembrei dessa história. Dessa fase.
E me lembrei também o que o artigo dizia com relação ao futuro e ao nosso destino:

"As linhas das mãos mudam com o tempo.
Mudam conforme o destino que você cria.
Você escolhe."

Ou seja, se até as linhas de sua mão mudam conforme suas escolhas, imagina só o seu destino?

Acredito que alguns caminhos ficam "esboçosadamente" (acabei de inventar) traçados, mas você tem a opção de ir por ele ou por qualquer outro que lhe interessar ou lhe for conveniente no momento.

Por isso, erramos tanto. Nos machucamos tanto. Porque temos o péssimo costume de escolher demais e na maioria das vezes, não aceitar aquilo que já estava traçado pra nós, fazendo com que assim, assumamos outras posturas, tomemos outros caminhos que nem sempre nos levam a felicidade.

O seu destino depende de você.

Daquilo que você fizer com o seu presente e com o direito que Deus lhe deu de fazer escolhas.

Por isso, sempre que se ver diante de impasses, pense bem e deixe seu coração dizer.
Ele com certeza, sabe o que é melhor pra você e te guiará pelos caminhos corretos.

E quanto ao destino traçado nas linhas de nossas mãos... Ah... as linhas mudam!
Sua história também!

Beijooosss!!!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

SÓ EU ESTOU DE BOM HUMOR HOJE?



É. Hoje é segunda-feira e a maioria das pessoas (inclusive eu) ficam mais que péssimas neste adorável dia!
Estressados de um lado, insatisfeitos de outro e o dia corre de forma tão puxada que seria mais fácil, se você tivesse (e pudesse) ficar em casa.

E quanto a mim?
Estou sem grana, sem trabalhar naquilo que gosto, nem o cheiro do homem da minha vida eu consegui sentir e no fim, cá estou eu, com meu bom humor!

Nem sempre isso acontece, é mais que claro!
Mas uma coisa é certa: sorriso atrai sorrisos. Otimismo atrai otimismo. Bom humor atrai bom humor!!
O dia pode estar cinzento que o seu sol brilha e as pessoas à sua volta sentem isso.
E nem mesmo elas terão coragem de atingir você. Na verdade, nem conseguirão.
Será como jogar tinta preta no ar.
Ele não se contamina...

Entendeu?

E que tal começarmos nossa semana com bons pensamentos, esperança e uma certeza gostosa de que as coisas irão dar certo, heim?
Vamos fazer isso?
Não custa nada sonhar.
Não custa nada trocar nossos momentos frustrantes por pensamentos de alegria e sonhos!!
Sonhar não faz mal a ninguém e também não custa nada mais que tempo... já dizia Paula Toller. rs.

Aff...
Às vezes a vida é insana e um tanto chata.
Mas ela NÃO É SÓ CHATA. Tem lá seus momentos bons também...
O problema, é que nossa lanterna só foca os momentos chatos e sendo assim, ficamos aborrecidos e com olheiras gigantescas!
De nada adianta.
Segundas-feiras existirão sempre, família existirá sempre, aborrecimentos também sempre existirão.
A opção é sua se quer ficar emburrado ou se quer encontrar mais motivos pra sorrir!


"O verdadeiro vencedor esquece que está numa corrida, apenas ama correr."
autor desconhecido

domingo, 23 de outubro de 2011

QUANDO PERDEMOS ALGUÉM...


Vim a saber que uma amiga muito querida acabou de perder a mãe.
Um desencarne repentino, do tipo daqueles que nos pegam de surpresa e nos marcam por toda uma vida.
Consigo imaginar sua dor, porque, assim como tantas outras pessoas, também perdi alguns entes queridos.
Podemos considerar a dor da perda uma das piores dores psíquicas que o ser humano pode sentir.
Uma dor tão profunda que parece que estamos sendo rasgados por dentro e, por incrível que possa parecer, a dor chega a ser física.

Quem nunca a sentiu só saberá do que digo no dia em que a sentir. Fato.
Mas ainda assim, não a desejo a ninguém, mesmo que seja inevitável.
A vida segue em torno do nascer, crescer, construir família e morrer.
Uma hora a perda tem de acontecer. Uns têm de ir pra que outros venham. É a dura lógica da vida...
Mas quando perdemos alguém, devemos deixar essa pessoa livre para seguir o seu caminho eterno.
Precisamos libertar o amado pra que ele encontre luz, já que Deus faz tudo certinho e jamais levaria alguém que não tivesse em seu momento, a menos que ela queira e precipite as coisas, claro.

Li certa vez, que a vida na Terra é como uma enorme Cadeia, onde todos ficamos presos em nosso corpo físico e em nossas experiências que nos levam obrigatoriamente à evolução.
Presos dentro dessa gigantesca jaula, vivemos um longo periodo, estreitamos laços, angariamos afetos.
Porém, chega o tempo em que a pena de determinada pessoa é cumprida e chega ao fim.
Para aqueles que ficam, a dor é difícil pelo afastamento daquele que ganhará a liberdade.
Mas seria correto desejar que o outro fique conosco todo o tempo preso em uma cela ao invés de alçar a liberdade tão esperada??
Não. Não é.
Assim é como nossos dias no grande presídio que é o Planeta Terra, mundo de provas e expiações!
Alguns partem antes de nós, mas partem para lugares melhores. Seu tempo de prisão chegou ao fim e tudo o que devemos desejar é a felicidade da pessoa que amamos, libertando-as.
Para todos nós, que ainda ficamos presos nessas grades, a dor é imensa.
Mas quando amamos, desejamos sempre o melhor e não que fiquem presas a nós uma vida inteira num mundo de sofrimentos, não é mesmo?
Que possamos emanar a saudade boa dos bons momentos e não o desespero da dor no coração inquieto.
Que enviemos preces, orações e que carreguemos no coração o sentimento bom que nos uniu e nunca o desejo do apego, por mais que seja difícil.

Abaixo, um poema, denominado "A Morte Segundo Santo Agostinho":

A morte segundo Santo Agostinho
A morte não é nada
Eu somente passei
para o outro lado do Caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês,
O que eu era para vocês,
Eu continuarei sendo.

Me dêem o nome
que vocês sempre me deram,
falem comigo
como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo
no mundo das criaturas,
eu estou vivendo
no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene
ou triste, continuem a rir
daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi,
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra ou tristeza.

A vida significa tudo
o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.



terça-feira, 18 de outubro de 2011

"DEFINITIVO" de Carlos Drummond de Andrade (vale a pena ler)

Hoje, descobri um texto maravilhoso de Carlos Drummond de Andrade e faço a maior questão de compartilhar agora com vocês.
O texto se chama "Definitivo" e vale muito a pena ser lido:



Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas,
mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Sofremos por quê? Porque automaticamente esquecemos
o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções
irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado
do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter
tido junto e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que
gostaríamos de ter compartilhado,
e não compartilhamos.
Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas
as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um
amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os
momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas
angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.

Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.

Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo
confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam,
todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma
pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez
companhia por um tempo razoável,um tempo feliz.

Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um
verso:

Se iludindo menos e vivendo mais!!!

A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida
está no amor que não damos, nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do
sofrimento,perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional...



segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Keep Holding On - Avril Lavigne (tradução)

Olá, amigos leitores!
Estava dando minhas voltas pelo Youtube e, ouvindo e assistindo alguns vídeos, reparei o quanto de música boa temos para levantar o nosso astral.

Quantas músicas com letras bacanas que nos fazem lembrar que não estamos sozinhos, que sempre existe ou existirá alguém para nos estender as mãos ou simplesmente ficar do nosso lado, quando o mundo parecer ruir.

Escolhi hoje esse vídeo com legenda da música "Keep Holding On" da Avril Lavigne.

Deliciem-se!!!
Uma semana de paz e esperança para todos nós!

=DD


domingo, 16 de outubro de 2011

QUANDO O "DEPOIS" NÃO CHEGA...


Ontem, eu voltei no tempo.
Posso dizer até que revi o que não vivi.
Mas que poderia ter vivido se os "acasos" não fossem tão presentes em minha vida.

Realmente ele tinha razão.
A vista daqui de cima é linda!

Pensei quando estava num ponto alto de minha cidade, no pátio de uma igreja para um casamento.
Vi toda minha cidade de cima com suas luzes piscantes, assim como as cidades vizinhas também.
Como se pudesse ver o mundo inteiro lá de cima...
Então, lembrei de umas tardes, de uma convivência estreita que me fazia sorrir.
Lembrei de minha paixão pelo pôr de sol (até hoje e acho que sempre) e da proposta (ou convite) para ver o sol se pôr no alto da mesma igreja que, pela primeira vez, eu visitei ontem.

A proposta não se cumpriu (ou convite).
O mundo girou com tanta força que mal consegui me manter de pé sobre ele.
As coisas mudaram.
Como sempre mudam, já que desconhecemos o que virá no dia seguinte.

E lá estava eu, sozinha, cruzando braços, à noite.
Não à tarde, à noite.
Por alguma razão o tempo passou e perdi o pôr do sol que queria tanto contemplar.
Perdi a companhia, perdi o momento.
Claro que a vida tem lá suas razões, mas ontem, acabei por pensar que engraçada é a vida com seus mistérios.

Desconhecemos o "depois" e, muitas vezes, deixamos a nossa vida nas mãos dele (o depois, esse carinha mesmo!).
É, acreditamos que ele é o "mestre"!
Não deixa de ser.
Na verdade, ele é o melhor medicamento contra as dores do dia a dia.
É ele que nos recupera porque faz par com o tempo.
Mas aprenda uma pequena lição de quem já viveu mais de 30 anos:

"Não deixe nada para depois"

Esse "depois" pode nem chegar e, por escolha ou não, você pode se ver sozinha, de braços cruzados à noite, contemplando uma paisagem que poderia ter sido vista acompanhada ao calor inebriante de um lindo pôr de sol...