sábado, 30 de abril de 2011

E OLHA QUE EU TENTEI PLANEJAR!

Hoje acordei afim de horrorizar!!!! :-o
Mudar cabelo, sombrancelha, estilo... sei lá.
Só sei que tudo que fiz foi pintar minhas unhas de azul.
Já foi um progresso...
Nem sempre aquilo que programamos dá certo.
Essa manhã mesmo minha irmã ficou uma fera comigo!
Pedi que ela me ajudasse a fazer umas arrumações aqui em casa e, nem perguntei na verdade, se ela tinha outros planos ou não.
E o pior é que tinha...

"Eu tinha me programado toda pra hoje!"

Entendi...
Olha que coincidência legal... EU TAMBÉM!
Como se fosse possível fazer com a vida aquilo que fazemos com a TV, com o celular, o rádio, DVD, computador... Enfim, programar!

Então aí aprendi, como sempre, que aquilo que programamos nem sempre acontece.
Às vezes você planeja um passeio a semanas, meses e na data prevista... bába! Não dá certo!
Já aconteceu trilhões de vezes comigo.
Por isso que quando me mandam estipular metas ou criar planos para o futuro, eu simplesmente NÃO FAÇO.
Continuo a sonhar sim e talvez, seja o meu maior erro não ter meta alguma!
Não saber sequer onde irei no dia seguinte... Fica confuso, imprevisível, eu sei.
Mas pelo menos sei que posso fazer o que quiser na hora que eu quiser.
Sei que preciso trabalhar, me sustentar, sustentar minhas vontades e realizar coisas, mas sei também que tenho de deixar as coisinhas fluirem, seguirem seu caminho sem me descabelar com isso.
Mas se ainda assim quiser fazer planos, que faça. Só não pire por causa deles!

E tudo que tenho hoje, meus amigos, de tuuuudo que planejei para inaugurar uma mulher poderosa em mim, se resumiu única e apenas, na minha medonha (mas moderna) unha azul.

AbraXos!!! =D

sexta-feira, 29 de abril de 2011

COMO ASSIM IR BADALAR SEM COMPANHIA? :-o



Quando eu era mais jovem, eu tinha pavor de sair sozinha.
Chegar desacompanhada numa festa ou numa balada qualquer.
Mas ao mesmo tempo, eu tinha a maior fantasia de entrar absolutamente sozinha em um bar e sentar num balcão, pedir uma bebida e ficar lá, me curtindo, a noite toda...
Pra alguns isso deve parecer apavorante, né?
Ah, mas pra muitos outros isso é a coisa mais normal do mundo!
Pânico pra mim --- Normal para outros. Entendeu? ;D
Então um dia eu quis sair e não tive companhia.
Fui em uma festa grande, vesti meu melhor traje na época, engoli minha insegurança e fui dentro!
Cada passo mais próximo da entrada era um gemido mudo que ecoava dentro de mim.
Mas eu tentei (eu juro) ficar bem e achar aquilo natural. Tanto que deu certo, que comecei a me sentir diferente.
Foi aí que comecei a achar divertido esse meu pavor todo de ficar avulsa numa festa.
Minha aparente solidão não durou mais que trinta minutos quando encontrei um amigo e depois outro e tive uma noite divertidíssima.
Eu poderia ter ficado em casa, choramingando e me sentindo rejeitada, sozinha, sem companhia e a pior de todas as criaturas!
Mas eu não fiz isso.
Tomei coragem e fiz diferente. Encarei meus medos, balancei a peruca e ARRASEI!
Na época eu quis provar pra mim mesma que posso me divertir sem depender das pessoas.
Só depende da forma como encaro minha situação.
Se como uma perdedora ou não, como alguém que pode e é capaz de se divertir, ser feliz, mesmo estando SOZINHA!
;D

Abraxos e mais abraxos para os queridos!
Até amanhã!

quinta-feira, 28 de abril de 2011

APRENDER E CONSEGUIR. Questão de prática!



O tempo passa, as coisas mudam e continuam a mudar.
Lembra quando você andou pela primeira vez de bicicleta?
Ou quando pegou aquele violão?
Achou que nunca aprenderia, não é?
Que era difícil demais.
Que queria ter nascido sabendo!! (eu, nas aulas de violão! rs).
O que aconteceu depois de um tempo?
Você aprendeu a andar de bicicleta.
Você aprendeu a fazer no violão coisas que jamais imaginaria no primeiro instante em que tocou aquele objeto de madeira e cordas.
Você conseguiu.
Foi preciso muitas tentativas e acima de tudo, persistência pra fazer aquilo que você queria.
E você conseguiu.
Nasceu sabendo mexer em computador?
Nasceu sabendo escrever, a dirigir um carro, a falar, andar e a recitar poesias?
Não.
Um dia, você teve de aprender.
E dessa mesma forma, você aprenderá a viver, a amar, a ter vitórias.
Aprenderá e jamais se esquecerá, porque uma vez, há muito tempo, as coisas foram difíceis para você.
E como um bom guerreiro, você lutou, acreditou e alcançou o que queria.
Então, me fala aqui, só entre nós:

O que você aprendeu a fazer e que acreditou que jamais aprenderia?

Pensou?
Então, me conta outra coisa:

Se você aprendeu a tocar bateria, dançar sapateado, sei lá... o que for!, porquê não aprenderia a ser uma pessoa melhor, a ter uma vida melhor?

Agora faço silêncio.
Porque reflito bem no fundo da minha alma sobre aquilo que acabo de escrever.
E assumo que se eu aprendi a tocar um violão (meia boca, mas aprendi!), se sei escrever um texto, se sei amar minha família (de forma estranha, admito) e também meus amigos, sinto que posso também aprender a viver melhor e lutar para alcançar todos os meus sonhos, que por vezes, coloco como realidades tão longínquas...

Tentemos então? Juntos?
: x

quarta-feira, 27 de abril de 2011

NÃO DESANIME AGORA...



"Nossa maior fraqueza está em desistir.
O caminho mais certo de vencer é tentar mais uma vez. "
(Thomas Edson)


Simplesmente... cansei!
Cansei de dizer aqui que a vida é difícil, que muita coisa é complicada...
Cansei.
Já é fato.
A vida é assim. Desisto. (ironia com o tema! rs)
E já que ela é assim mesmo, porque me mantenho triste e cabisbaixo?
Aparece uma tempestade e logo já quero desistir?
A vida não anda, nada acontece, nem mesmo um terremotinho de emoções e fico pensando que a vida não vale a pena?
Levei um fora, não tenho ninguém ou meu namorado me trocou por outra e quero morrer por causa disso???
Fala sério...
Fala sério...
FA-LA SÉRIO!

Anota aí:
Se os tempos hoje parecem fechados, COM CERTEZA o amanhã será beeemmm melhor.
Agora, se você resolver parar nesse exato momento e nada mais fazer para mudar o céu da sua vida, pode ter certeza, que ele continuará cinza, com nuvens carregadas e raios brilhando a cada meio segundo.

É isso que você quer?

Quer viver uma vida miserável enquanto outras pessoas vivem a vida dos comerciais de Coca-Cola?

Fala sério!

Caminhe. Lute. Persista. Continue.
Seja paciente sem perder a fé em você mesmo!
Não desista nunca de trilhar os caminhos que almejou para sua vida.
Não desanime agora...
Use a força do seu pensamento e acredite que um céu azul colorirá seus dias.
Se reerga.
Todos os dias, se preciso for.
Mas desistir, desanimar... NUNCA. JAMAIS!
Entendeu?
Então tá.

Beijinho no coração dos meus Eternos! ;D

terça-feira, 26 de abril de 2011

ALGUMAS DEFINIÇÕES - André Luiz




Benfeitor - é o que ajuda e passa.
Amigo - é o que ampara em silêncio.
Companheiro - é o que colabora sem constranger.
Renovador - é o que se renova para o bem.
Forte - é o que sabe esperar no trabalho pacífico.
Esclarecido - é o que se conhece.
Corajoso - é o que nada teme de si mesmo.
Defensor - é o que coopera sem perturbar.
Eficiente - é o que age em benefício de todos.
Vencedor - é o que vence a si mesmo.


Fecho essa terça-feira com essa linda mensagem de André Luiz para refletir...
=]

segunda-feira, 25 de abril de 2011

VOZES QUE PINGAM MEL



Provavelmente você já deve ter ouvido falar das "Vozes que Pingam mel".
Parece até nome de filme, não é? Ou de repente, de um Best Seller.
Mas num é não.
É vida real. Real Life.
Falo das "vozes que pingam mel" e que vivem bem pertinho de cada um de nós.
Acho que, se cada um pensar (e nem precisará se esforçar tanto assim), encontrará uma criatura desse jeito, entre os seres de seu convívio. (animal não vale!)

"Oh! que formosa aparência tem a falsidade!" já dizia Shakespeare.

Verdade.
Ela vem acompanhada de uma voz doce, de sorrisos amigáveis e de palavras bonitas.
Se transveste de flores quando por dentro não passam de restos de estrume...
E elas estão em toda parte.
Nos templos religiosos pregando Salmos, nas escolas ensinando o bom comportamento e inclusive nas Organizações lutando contra a Fome Mundial em prol unicamente de si mesmo.
É triste ver pessoas assim, pois elas se tornam cegas para o que realmente são.
Imaginam viver em um paraíso e constroem a todo custo esse paraíso mesmo que ele não seja seu de direito.
O EU vem em primeiro lugar a cada suspirar de sua vida medíocre.
Estendem as mãos e divulgam o ato.
São amparadas, apoiadas e auxiliadas e se dizem as auxiliadoras, os que amparam, nunca aceitando a realidade de vir depois de quem quer que seja.

Jesus já os chamava de "Falsos Profetas" e disse que muitos deles existiriam...

Só tenho a lamentar do fundo de minha alma, por essas pessoas.
Lamento ainda mais pelas que as colocam em um altar, idolatrando-as.

Mas na vida tudo tem o seu retorno.
Vivemos com a Lei de Causa e Efeito e aquilo que plantares com o coração, com o coração colherás.
Se plantares trevas, mesmo que disfarçado de brilho, colherás trevas.

Difícil criar uma fórmula para avaliar pessoas assim.
Então, nos cabe apenas, não julgar e nos manter vigilantes diante de doçuras e sorrisos forçados.
Qto mais brilho e estardalhaço no externo, mais penúria e escuridão no íntimo.

Quando fores falar, deixe que o seu coração o faça por você.
Não importa se saia apenas uma palavra mal pronunciada.
Importante é que ela seja "verdadeira."

domingo, 24 de abril de 2011

JÁ QUE TEM MUITO, COMPARTILHE.



Todo mundo sabe como surgiu a Páscoa e o porquê da associação ao Coelho e ao Ovo?
Não sabe?
Pois é. Se não sabe, também não irei contar. (chocado?)
Só sei que hoje é dia de Páscoa e que muitos agora estão se empanturrando (de verdade!) de chocolates para acordar no dia seguinte com a cara cheia de espinhas e com mil quilos a mais, arrependido pelo exagero do ontem. (Fato!)
Exagero.
Me peguei a pensar. Novamente.
Ontem li no Facebook uma conhecida dizer que ganhou muitos, mas muitos chocolates de seu namorado. Deu a entender que foi uma quantia assustadora, que nem todo mundo tem a mesma sorte.
Tem gente que não ganha nada.
Eu não posso reclamar. Ganhei um Ovo da minha tia e uma barra de Opereta da minha irmã.
Mais que o suficiente.
Afinal, somos adultos e sabemos que o comércio é que influenciou a todos esse consumo exagerado de chocolates nesta época do ano. E a idéia nem é bem essa! (religiosidade!)
Mas as crianças não entendem.
E penso que muitas hoje, ficaram sem um bombom enquanto muitos adultos tiveram tanto...

Associo logo a vida em geral e o fato de uns terem tanto e outros tão menos ou quase nada.

Vi no Caldeirão do Huck ontem uma reportagem sobre a tragédia no Rio (enchente) onde pessoas ainda estão abrigadas em barracas, tendo apenas um colchão e algumas roupas. Não têm mais nada.
Então, cheguei à conclusão que se o mundo tivesse um equilíbrio e as pessoas mais coração, elas repartiriam o seu muito com aquelas que nada têm.
Repartiriam seus chocolates com aqueles que não receberam nem um bombom.
Acredito que a existência seria menos penosa, mas prazerosa e fácil.
Mas taí:
Quem disse que a vida pode ser fácil pra todo mundo, heim?
Os testes existem e as provações também.
Quanto mais difícil a sua vida for hoje, mas condição você tem de enfrentar as dificuldades e plantar um futuro melhor.
Então não se preocupe se seus dias hoje não são pincelados a chocolate.
Amanhã, você terá caminhos cobertos de barras de chocolate ao leite e nas laterais, flores e mais flores de "Sonhos de Valsa".
E aprenderá a compartilhar...

Feliz Páscoa para todos os queridos Eternos!
:-]

sexta-feira, 22 de abril de 2011

DÁ PRA VIVER SEM GRANA?




Um desses eu parei para pensar em como seria viver sem grana.
É!! Sem dinheiro mesmo, com os bolsos vazios, na lona ou qualquer outro termo que queira usar!
E aí cheguei a conclusão de que seria muuuuiiiiito difícil, mesmo que eu quisesse muito.
Quando não tenho nenhum tostão na carteira, me sinto completamente de mãos e pernas atadas pra tudo.
Não posso sair, visitar ninguém, passear, almoçar fora, comprar algo que eu queira ou precise. Nada!
E diante dessa frustração (que normalmente as pessoas não entendem) imaginei como seria bom se eu não dependesse de dinheiro para absolutamente nada!
Algumas pessoas conseguem viver assim.
Pessoalmente não conheço ninguém mas, essas pessoas existem. (os antigos Hippies, será?)
E se preocupam apenas com sua liberdade e com a roupa do corpo. (se bobear, nem com ela! rs)
Elas conseguiram enfim se desprender totalmente da matéria e do que ela pode nos proporcionar.
Vivem com o pouco, não se importam com o luxo, conforto e com como estão vestidas.
São livres.
Então, eu li sobre um cara que viajou por diversos estados brasileiros sem gastar absolutamente nada!
Fiquei impressionada!
Claro, que levou por precaução nada mais que R$100,00 no bolso que foram dados pela sua mãe e que voltaram intactos!
Segundo ele, pediu carona, fez bicos em troca de comida, dormiu na casa de quem não conhecia e apreciou maravilhas...
Convenhamos que não é nada seguro, mas...
Mas eu queria!!!
Juro que queria.
Ter a coragem de não me importar com absolutamente nada, se tenho um carro ou não, se moro em uma casa confortável ou não, se possuo um armário abarrotado de sapatos perfeitos... ou não.
E daí??
Repito: e daí?
Difícil estar desperto quando você vive em um mundo que te proporciona milhares de prazeres materiais.
Admiro gigantemente as pessoas que conseguem. De verdade.

O que acontece é que não podemos deixar de experimentar, de viver, de conhecer por não termos o montante suficiente para executá-los.
Tem muita coisa que dá pra fazer! (xô pensar...)
Só sei que pra tudo se dá um jeito. E quanto menos você se importar, mais "jeitinhos" a vida passa a te oferecer.

Bju no coração e bom sábado (com ou sem grana! rs.. Eu, particularmente, tô sem grana! rsrsrrs)
=]

quinta-feira, 21 de abril de 2011

PRIMEIRO, O EXEMPLO.

Minha mãe sempre nos falou que o exemplo era mais importante que muitas palavras.
Sempre disse e diz até hoje, que tudo ela faz tentando dar o bom exemplo e que, como bons filhos que somos, só copiamos o que ela faz de errado... rs.

Mas é claro que é assim que as coisas funcionam. Exemplificando.
Mesmo que sua boca espume de tanto falar sobre maravilhas, se você não as praticar, jamais servirá para qualquer um de seus discípulos.
E saibam que são muitos, ah como são!!
Você pensa que ninguém te vê?
Pois saiba que muitos são os olhos sobre você e sobre a forma como age.
Aqueles que te admiram copiarão seus gestos. Saiba disso.
Seus filhos, copiarão seus atos e seus defeitos.
Seus sobrinhos, afilhados... todas as crianças com quem se relacionar.

Quando Jesus veio ao mundo, ele não só ensinou com suas palavras como também com seus exemplos.
E ensinou que assim, deveríamos agir para com o próximo.
Ele nos ensinou a arte de exemplificar...

E hoje, eu passeando pelo You Tube, encontrei esse vídeo que é impressionante e super dentro do que estou falando: Exemplo.
E eu espero, de todo coração, que possamos refletir sobre isso, atentos ao futuro que desejamos às nossas crianças...

"As pessoas nos influenciam, as vozes nos comovem, os livros nos convencem, mas os feitos nos entusiasmam."
(John Henry Newman)



quarta-feira, 20 de abril de 2011

UMA SOBRIEDADE MÓRBIDA

Quão difícil é se manter sóbrio na atualidade...!
Nosso mundo em catástrofe total...
Nossa alma corrompida, nossos filhos e professores... corrompidos.
Quão é difícil se manter sóbrio diante da dor quando esta nos visita.
Manter os pés fincados ao chão áspero, à terra seca de amor e consolo.
Dfícil mesmo é se manter sóbrio diante do escuro que corre pelos olhos.
Diante dos desafetos e decepções.
Perante a guerra insana que nunca cessa...
Difícil é ficar sóbrio contandos os dias, vendo as luzes, os sons e o nada.
Sobriedade para lembrar, jamais esquecer.
Sobriedade para enfrentar, jamais recuar.
Na jornada dos dias, o quão tem sido difícil ficar sóbrio...

SE TUDO FOSSE UM CONTO DE FADAS...



... Eu não precisaria me preocupar com estética porque teria a certeza que o meu príncipe encantado me amaria e me desejaria sem maquiagem e com os cabelos desgrenhados do jeitinho que eu acordo...
Eu não precisaria me preocupar com aquela chefe carrasca (bruxa) pois saberia que em breve eu me tornaria uma princesa e enxotaria essa minha chefe e toda sua curriola de puxa-sacos!
Eu não precisaria cortar os cabelos nunca e muito menos hidratá-los!
Eu não poderia esquecer que em breve, precisaria de minhas tranças para fugir da minha torre...
E descobriria que aquele dragão assustador, era apenas meus complexos e conflitos íntimos que me impediam de sair da clausura que eu mesma criei.

Jamais comeria maçã!!
E colocaria na minha lista de alimentos de "alto teor calórico".
Já pensou se eu caio na besteira e durmo uma eternidade?

Ah, se tudo fosse um conto de fadas...
Eu contrataria meus próprios anões e começaria por homens como Cauã Reymond, Johnny Deep, Jared Leto, Bruno Gagliasso e por aí vai... Imagina?
Eu correria atrás do lobo mau, afinal, quem gosta do mocinho?
Eu beijaria um brejo inteiro de sapos pra saber qual deles é o meu príncipe!
Eu teria um jardim mágico que florescesse em todas as épocas do ano e uma casa feita de doces e chocolates!
E o que é melhor: eu viveria de doces e chocolates e não engordaria!!
Ah, eu juro que queimaria aquele exército de baralhos pavoroso da Alice que viveu em um país que não tinha nada de "Maravilhas"! Aquilo era um pesadelo, isso sim.

Bem, acho que já chega de exemplos de como seria "se tudo fosse um conto de fadas", Alguém tem mais algum? Fiquem a vontade pra comentar! =]

O legal de tudo é que viveríamos eternamente em um sonho, onde sabemos que acordados as coisas são bem diferentes.
A mágica dos contos existe sim em mentes, livros e suas histórias...
O que não nos impede de viver uma que se assemelhe bastante a um conto de fadas.

Ops... Acabo de abrir minhas asas cintilantes e voarei pelos campos dourados do Mundo Encantado!
Nos vemos lá? rsrs...

Bjuuuus... =]

segunda-feira, 18 de abril de 2011

HOJE ABRACEI UMA ÁRVORE...



Dizem os antigos (tipo minha mãe e avós) que a Mangueira é um dos maiores filtros de energia natural existente.
Tenho duas delas no meu quintal.
Minha vida toda observei minha mãe abraçando uma árvore, sempre que tinha uma dor de cabeça ou algum probleminha emocional que a incomodava.
Por qualquer que fosse o motivo, minha mãe estava lá, com a testa fincada na centenária e com os braços abertos abraçando-a.
Através desses exemplos, aprendemos a fazer a mesma coisa, apesar de nem sempre lembrar.
Mas hoje eu abracei uma árvore...
Senti que acordei meio fraca, desanimada, como se meu reservatório de energia estivesse a quase zero.
Olhei pra ela e pensei...
É, vou abraçá-la. Preciso abraçá-la.
Encostei minha testa naquele musgo esverdeado que cobre suas cascas e estendi meus braços, tocando-a o máximo que eu pudia.
Visualisei em minha mente, uma energia negra saindo de meu corpo e sendo absorvida pela árvore e, logo em seguida, uma energia nova, limpa e azulada, tomando conta de mim.
Aproveitei e fiz uma prece, pedindo força, energia para continuar minha caminhada sem nenhuma interferência do negativo.
Fiquei ali durante alguns minutos e o vento acariciava minhas costas, me fazendo sentir bem melhor.
Recomendo essa terapia sempre que você não estiver muito legal.
E mesmo que não tenha uma mangueira próxima de você, abrace outras árvores.
Todas são abençoadas por fazerem parte da natureza e por contribuir na purificação de nosso ar.
Abrace uma árvore sempre que sentir vontade.
Ame a natureza, pois ela ama você e te dará amparo sempre que solicitar.
Somos todos criações de Deus.
Sendo assim, somos todos parte da Natureza.

"É triste pensar que a natureza fala e que o género humano não a ouve."
Victor Hugo

domingo, 17 de abril de 2011

APRENDENDO A SER LIVRE


Uma vez escrevi um pequeno livro onde o tema central era "LIBERDADE". Liberdade de expressão, de sentir, de viver... liberdade!
Esse pequeno livro foi distribuído aos amigos em forma de E-book e hoje, faço questão de compartilhar um capítulo dele aqui, com vocês, meus amigo leitores.


SER LIVRE


“A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua; existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência”, já dizia o sábio Mahatma Gandhi.

Ele sabia do que falava, pois vivenciava a verdadeira liberdade da qual falaremos aqui.
A princípio, tudo que dissermos lhe será um tanto assustador, ou talvez não. Não sei mesmo.
O que acontece é que cada ser humano tem sua própria idéia, seus conceitos, seus condicionamentos.
E neste caso, tudo que eu disser aqui pode parecer óbvio para uns ou um verdadeiro pesadelo para outros.

Falar em liberdade poderia ser mais fácil pra mim.
Sempre a desejei a minha vida inteira.
Mas como a maioria, eu a procurava nos lugares errados, eu a compreendia de forma errada.
Eu a fiz se tornar uma fixação e quando dei por mim, eu era ainda mais prisioneira.
Agora, da minha fixação.

Então, o que seria essa liberdade? Como buscar por algo que nem sei o que é?
Como posso saber como senti-la?
Quantas montanhas terei de escalar para ver se lá em seu topo eu a encontro?

Vamos dar pequenos passos.

Eu, como você, desejo muito ser livre.
E hoje eu sei que não adianta eu correr, pegar minhas malas e viajar, me aventurar, encarar o mundo.
Minha liberdade não está nas estradas físicas deste planeta.
A liberdade está dentro de mim.

Mas como posso encontrá-la? Você me pergunta.
Fácil não é.
Porque antes de ser livre, você terá de aprender a “libertar”.

Encerra aí o meu primeiro capítulo e ainda faço o meu comentário dizendo:

E libertar, amigos, é o passo mais difícil que qualquer ser humano pode dar.
Então, se você é uma pessoa que tem facilidade de se libertar de pessoas, coisas, situações e de libertar os outros pra que sigam seus caminhos, você é livre!!
Genial, não é? Também achei.
Só achei meio complicado.
rs..

sábado, 16 de abril de 2011

FEITO PONTES HUMANAS...



Conversando com um novo conhecido, comecei a refletir sobre o tema.
Você pode ter achado estranho o título ou pode ter entendido o que significaria aqui "Pontes Humanas".
Mas filosofando sobre a vida, nos demos conta de quantas pessoas serviram de "Pontes" entre uma pessoa e outra.
E isso até me fez lembrar o que um grande amigo me disse há um tempo atrás:

"É, Cris... Fulano só serviu mesmo de ponte pra unir a gente!"

E ele tinha toda a razão.
Antes dele, conheci um rapaz, trabalhei com ele na área da música e convivemos muito, até que um dia essa pessoa me apresentou este amigo.
Carinho estantâneo, afinidade imensa e uma amizade sincera que já dura alguns bons anos.
O outro cara? Nem faço idéia por onde ele anda. De verdade.
E tudo isso só me faz crer que meu amigo tinha razão. Ele veio, nos apresentou e sumiu. Uma ponte responsável em ligar duas pessoas.

O mundo é imenso. Os países, estados e cidades. Todas imensas.
E as amizades são como uma grande árvore genealógica. Só que de amigos. Todos interligados.
Eu estou ligada a uma pessoa que está ligada a outra que está ligada a mais outra e assim vai, sucessivamente.
Praticamente todas as pessoas do mundo estão interligadas, se pensarmos a fundo.
Nem sempre temos a oportunidade de conhecer nossos grandes amigos no balcão de um bar ou na fila de um banco. Mesmo que isso ainda aconteça.
A maioria das amizades são vindas através de outras pessoas e muitos amores também.
Casais hoje felizes, foram apresentados por amigos, parentes... E os infelizes também! rs..
Sempre existiu uma ponte entre você e uma outra pessoa que você não conhecia.
E é claro, que este post é justamente para agradecer às "Pontes Humanas" que nos proporcionam indiretamente tantas alegrias e momentos produtivos!
Mesmo que elas não se façam presente mais em nossa vida, sua lembrança ficará pra sempre guardada na memória, porque foi ela, a responsável em unir corações.
Criar laços, dar aquele empurrãozinho, que fez toda a diferença.
Já parou pra pensar em quantas pessoas serviram de pontes entre você e os seus amigos?
Então pense.
E depois me conte!

Ps. O novo conhecido que mencionei no início do texto me foi indiretamente apresentado.... Adivinha? Por um amigo!
=]

sexta-feira, 15 de abril de 2011

BONITO É SER VOCÊ MESMO!

O fato de ser você mesmo não quer dizer que tenha de ser mal educado.
Às vezes, você pode entender que é bonito entrar em um restaurante de luxo (nem sei por que você iria a um lugar onde se concentra um enorme numero de prisioneiros de si mesmo, mas enfim) e soltar delicadas gargalhadas a ponto de estremecer!

Que legal. Consegui ser vista por todos no recinto! Isso aí não é ser você, é ser mal educado.
Não confunda as coisas!
Se quiser chamar a atenção, então é melhor providenciar imediatamente uma cesta de frutas pra colocar em sua cabeça.
É isso que quer fazer? Isso vai te fazer se sentir melhor? Então faça.
Que diferença isso vai fazer na sua trajetória de vida eu não sei, mas de repente, seria algo engraçado pra você contar aos seus netos.

Você é livre para ser o que quiser ser.
Para fazer o que quiser desde que não perturbe o percurso natural das coisas, desde que não prejudique ninguém. Você é livre para fazer o que quiser.
Sabe o que significa isso? Significa que você pode ser simplesmente você!

Você não está preocupado em ser bom pra ninguém, ser interessante ou atraente para alguém, você simplesmente quer ser o que sempre foi! Tem coisa melhor que isso? Ser você mesmo?

Mas por quê estamos sempre preocupados com a moda, com o que os outros irão falar ou se pareço inteligente?
Porque quero ser aceito, por isso quero ser como eles.
Ainda penso que para ser aceito pela sociedade, tenho de ser como ela. Tenho de dizer sim para todo esse lixo que nos rodeia!

Quantas vezes você disse não para toda essa idiotice?
Não me refiro ao não de teimosia, mas o não que “não se importa” com o que os outros vestem como falam ou se comportam!

Então, o melhor é ser quem você quer ser. Sem se importar se te acham um cara maneiro, inteligente, bonito, mal humorado ou popular. As pessoas rotulam você o tempo todo e te vêem não como você é, mas como elas mesmas são. E aí no dia que você viver se preocupando em ser sempre um cara maneiro, inteligente e bonito, será obrigado a ser para não decepcionar a maldita imagem que fizeram de você! Não poderá nem se dar ao luxo de fazer um comentário burro, já pensou nisso? Não, ele disse que sou inteligente e ele está ali, esperando que eu continue sendo inteligente!

Preso. Você estará preso pro resto de sua vida, simplesmente por se preocupar em agradar aos outros e nunca a você mesmo.
Pense nisso.
A autenticidade e a expontaneadade são as duas coisas mais lindas que já pude observar em um ser humano.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

O HÁBITO DE CONTROLAR, APRISIONA.



Ei, você!
Venha cá...
Que tal falarmos desse buraco que forma dentro de você toda vez que deseja possuir ou controlar alguma coisa?
Quando consegue, é uma sensação incrível, não é? É, eu sei.

Mas me conta como você se sente quando perde aquilo que acreditava pertencer a você?
Como é ver cair por terra seus sonhos de ventura, seus planos toscamente traçados pela sua mente atrapalhada e atrasada? Heim?
É uma dor terrível, não é? Eu sei bem.
Nos sentimos impotentes diante das situações, pois percebemos que não temos controle sobre elas.
Nos sentimos uns fracos perante as pessoas que acreditamos amar, quando elas nos deixam...
E o que acontece em seguida?
Você chora, se desespera, se revolta, não aceita.
Quer de volta seu brinquedo precioso por acreditar não saber viver sem aquilo que você pensava que fosse seu!
É horrível.
 
Mas o que importa nisso tudo, é que se você pertencesse a ninguém e nem quisesse que alguém o pertencesse, será que sofreria tanto como sofre todos os dias?

O quanto você já sofreu nessa vida?
E por quais motivos?
Você se lembra ou já esqueceu?
Naquele momento você achou que morreria. Você morreu?
Não.
Você não morreu.
Mas você passou por uma serie de situações onde pensou que não sobreviveria e você sobreviveu!
Quantas foram as perdas?
Independente do que tenha sofrido, havia uma perda como base, não havia?
E se você acreditou ter perdido, pior ainda é que você acreditou que tinha alguma coisa. Estou certa?
Mas só depois de um tempo é que você percebeu que não tinha nada.
Que bom que percebeu. Por isso não sofre mais.
Tem pessoas que sofrem até hoje e continuam a sofrer porque continuam perdendo, até um dia acordarem e perceberem que não tinham o que perder, já que nada tinham.

Eu não pertenço a você. Você não me pertence.
Ficamos assim.

Se acredito encontrar a pessoa da minha vida e um dia ela resolver partir pra longe, a saudade vai doer sim, mas terei de deixá-la ir.
Não posso ser egoísta, pois fomos criados individualmente, seres únicos e não pertencemos a ninguém.

Difícil? Eu sei que é.

Mas aprenda que, o primeiro passo para sermos livres está em deixarmos de ser egoístas e entender que nada neste mundo e nem ninguém, pertence a você.

Pronto. Falei.


quarta-feira, 13 de abril de 2011

DICAS PARA CONTEMPLAR O BELO (Augusto Cury)




Não seja escravo do padrão de beleza da mídia.

Diga diariamente: EU SOU BONITO (A)!

Pois o feio e o belo são relativos.

A beleza está nos olhos de quem a contempla...

Contemplar o belo é colocar combustível na felicidade.

Cuide das plantas.

Escreva poesias.

Role no tapete com as crianças.

Valorize as coisas que são aparentemente

insignificantes.

Escreva cartas para os amigos.

Descubra os filhos.

Explore o mundo de seus pais.

Fique dez minutos por dia em silencio

Contemplativo.

Falar da felicidade sem contemplar o belo

É cair no vazio.





Todas as pessoas devem se sentir bonitas.

BATEU VONTADE DE BEIJAR!


Hoje as redes sociais estão agitadas, animadas por causa do dia internacional do BEIJO!
Dia internacional do Beijo? Essa é ótima.
Mas como sempre, eu não poderia deixar de pegar um gancho nessa história toda e escrever o meu post, certo?

O que mais existe são tipos variados de beijo:
Beijo de amigo, de irmão, de pai pra filho, beijo de língua, beijo apaixonado, beijo interesseiro, tímido, sem vontade, COM vontade, amadurecido, imaturo, desastrado, com risadas, com mordidas, com lambida, molhado, forte, fraco, intenso, morno, com amor, com prazer, selinho, na ponta do nariz, na buchecha, nos olhos, na testa, nos cabelos, nas mãos...
Enfim!
Muitas são as formas que o ser humano desde muitos séculos descobriu para aperfeiçoar esse ato que faz bem ao coração, te revitaliza a alma, queima calorias e faz você passar noites e mais noites acordado.
Muitas são as formas de se beijar e muitos são os motivos pelo qual esse gesto é realizado.
Seja por carinho, troca de afeto ou paixão, ele sempre foi uma das maiores demonstrações de afeto reconhecido pela história.

Então só me resta dizer que algo assim que tenha um dia só pra ele, não pode fazer mal. Só bem.
O que o acompanha normalmente... é o que faz mal (o cara, o sentimento... rsrs).
Por isso beije muito sua família, seu cachorro, suas crianças, seu amor.
E se não tiver um amor ou qualquer pessoa para beijar neste dia, vá até o espelho e faça-me o favor de beijar a VOCÊ MESMO que de todas as pessoas é a mais importante!

Um Suuuuperr BEIJOOO pra você!! \¨*¨/


"Um beijo é um segredo que se diz na boca e não no ouvido."
Jean Rostand

terça-feira, 12 de abril de 2011

MAIS QUE UM GESTO...



Acabei de voltar da casa da minha tia, onde comemorávamos (só a família mesmo) o aniversário dela.
E por incrível que possa parecer, eu e minha irmã é que fomos agradadas com o carinho dela e uma torta deliciosa que ela fez especialmente para nós duas.
Então, para variar... pensei!
Pensei no quanto é gostoso esses gestos singelos de amor e carinho e o quanto é bom recebê-los!
Todo mundo gosta de um agrado. É fato.
Todo mundo gosta de receber carinho, de ser abraçado, bajulado e amado.
Mas e então, já que gostamos tanto de receber, porque não também doar amor, carinho, atenção... enfim, agradar alguém?
Claro que não devemos esperar para sermos agradados nem dar carinho esperando receber.
Devemos fazer, pura e simplesmente.
Porque o mundo, infelizmente, está abarrotado de pessoas que agradam por interesse próprio.
Não seja uma delas.
Faça de coração, porque deseja fazer e não por que espera por algo em troca.
O ato de agradar é oferecer amor ao seu próximo.
Em simples gestos, em pequenas ações...
Que tal preparar aquele macarrão gostoso para os amigos, um café da manhã para sua mãe, um telefonema para aquele conhecido afastado ou um bom dia para o porteiro do seu prédio?
O mundo está tão carente de atenção que pequenas atitudes como essas podem fazer a vida acontecer!
Carinho e atenção podem curar doenças, curar corações feridos e almas despedaçadas...
O ato de doar pode curar inclusive, nosso próprio coração doente.
Não adianta nos isolarmos dentro de uma bolha e achar que assim podemos ser felizes.
Posso agradar você, te dar atenção, amar você sem dependência, sem pressão.
Não foi o "depender de pessoas" que eu quis expôr aqui.
Exponho um exercício maravilhoso e curador de amar muito e demonstrar isso através do carinho.
De forma equilibrada, sem sufocar, sem estrangular...
Demonstrar afeto em detalhes bem pequenos faz a vida ter o sabor da felicidade.


"Aquilo que se faz por amor está sempre além do bem e do mal."
Friedrich Nietzsche

segunda-feira, 11 de abril de 2011

DESPEDIR É DESAPEGAR



Cada vez que me conheço um pouco mais, me estudo mais, chego a conclusão de que não gosto de despedidas.
Será que existe alguém que goste?
Nem sei.
Só sei que a culpa de nós não gostarmos de despedidas está no tolo do apego ou do hábito.
No período de carnaval, quando fiquei numa Pousada na Serra do Cipó aqui em Minas, fiquei reparando o fluxo de pessoas e do tanto que elas vêm e vão.
Você começa a se habituar com aquelas pessoas e de repente, todas se vão e só Deus pra saber quando você as verá novamente!
Mas foi observando esse movimento, que eu tive mais certeza de que não gosto mesmo de despedidas e de que em nossas vidas, as coisas não são nada diferentes.
Quantas pessoas passaram rapidamente por nós, fizeram barulho, trouxeram alegria, sensações e foram embora?
Na minha vida foram muitas.
Mas tudo isso tem uma explicação que ultrapassa a palavra "gostar".
Você conviver com pessoas e gostar delas é a coisa mais normal do mundo.
Não deixá-las partir, é sim, preocupante.
Não falo da morte aqui, gente! Teremos outro post pra citar esse assunto, então, prefiro ser mais superficial.
Falar dos vivos que partem de um lugar a outro, deixando corações enxargados de dor.
É dificil lidarmos com o desapego, difícil demais!
Mas aprender a lidar com ele, é mais que necessário. É uma questão de sobrevivência.
Seus filhos um dia irão partir, seus amigos, irmãos, pais que se mudam... enfim!
A vida é assim, nesse tom meio cinza às vezes. Mas é assim.
O legal disso tudo é comparar nossos amigos a uma orquestra sinfônica onde uma linda melodia toca quando vocês estão juntos.
Mas quando ele decide ir embora, a orquestra não pára de tocar.
Outros amigos vêm, outras músicas também.
Mas a orquestra nunca pára de tocar, e a música daquele amigo, sempre estará guardada com você...
Devemos entender, por mais que doa, que todos são livres para escolher o caminho que bem entenderem e no final de tudo, só nos resta aceitar.
Por isso, ame muito as pessoas que estão ao seu lado agora.
E não deixe de conhecer outras, nem tão pouco de apreciar novos momentos.
E se um dia tiver de se despedir, que seja acompanhado de um olhar saudoso, de um abraço apertado e de um "até breve".
Seria muito bom, se pudéssemos ver a vida por esse prisma.
Tenho certeza absoluta que sofreríamos bem menos...


"Amar é ter um pássaro pousado no dedo.
Quem tem um pássaro pousado no dedo sabe que,
a qualquer momento, ele pode voar”
Rubem Alves

domingo, 10 de abril de 2011

POR FAVOR, NÃO ESPERE MUITO DE MIM...

Inicio confessando que fico triste quando as pessoas me têm como um esteio ou a única esperança de melhora na vida delas.
Você pode achar estranho eu falar assim mas, é a mais pura verdade.
Quando vejo o brilho nos olhos delas, apostando que agora as coisas irão mudar, eu admito que sinto tristeza.
Mas vou explicar o porquê.
Sinto tristeza por que penso que as pessoas têm de se apoiar nelas mesmas e nunca em uma outra pessoa.
Penso que cada um tem a condição necessária e a força precisa para encontrar essa energia dentro de si mesmo.
E eu também sei, na mais pura sinceridade da minha alma, que um dia posso decepcioná-la.
Porque somos assim, porque sou assim.
E lá estamos nós, novamente e todos os dias criando expectativas com relação as pessoas.
Esperando por um salvador, uma luz em forma de gente, uma mágica que vá mudar seus dias e trazer realizações em sua vida.
Vi isso hoje nos olhos de uma senhora, amiga nossa de muitos anos.
E fiquei triste. Simples assim.
Emocionei-me por sentir essa energia de confiança e salvação, uma vez que eu deveria me sentir lisongeada!
Mas é claro que fico lisongeada...
Mas assim como me conheço, sei que posso não suprir a todas as expectativas, causando nela uma frustração tão imensa, um desolamento tão grande que eu não gostaria mesmo de presenciar, nem tão pouco de ser o carro-chefe disso tudo.

Nós devemos acreditar em nós mesmos.
Em nossa capacidade, em nossa garra e certeza que as coisas vão mudar.
E elas mudarão!
Mas nunca devemos apostar essa crença em uma outra pessoa, porque quando aquilo sai de você, quando você passa a depender do outro e das realizações dele e não as suas, você corre um enorme risco de se decepcionar, de frustrar e ter de começar de novo.
Eu só espero que isso não aconteça.
Espero mesmo.
E espero prepará-la aos poucos para o dia em que eu não mais estiver ao lado dela.
Para que ela acredite em si mesma, em seu potencial e em que SOZINHA ela poderá realizar todos os seus sonhos...


sábado, 9 de abril de 2011

SUPERAR É O CAMINHO

Nem sempre a vida é uma estância de férias ou uma caixa de brinquedos onde tudo é diversão.
Muito menos temos nós, o poder de controlar os fatos da vida.
Sendo assim, todos os dias encontraremos pessoas que estarão passando por algum momento de provação.
Visite os hospitais, asilos, ande pelas ruas e observe.
Famílias, jovens, crianças... Todos enfrentando algum momento difícil.
Uns mais pesados que outros, pode apostar. Naquele momento, a dificuldade do outro é mais violenta que a sua que está aí levantando todos os dias com saúde, pegando o caminho até o trabalho, indo ao cinema ou saindo com os amigos e depois chegando em casa para descansar para no dia seguinte começar tudo de novo.
Mas o dia seguinte só a Deus pertence!
Num dia desses, uma pessoa muito querida minha, um grande amigo mesmo, ia para o trabalho como faz sempre e mal sabia que neste dia, sofreria um acidente que o deixaria em dificuldades por bons meses.
Não sabemos de nada.
Não sabemos por quais provações passaremos, só sabemos porque elas acontecem.
Na maioria das vezes, elas são um alerta para nossa vida.
Sinal de que precisamos parar, repensar nossa rotina e nosso caminhar.
Outras vezes, elas vêm como um freio ceifando nossas vontades e caprichos nos mostrando que é impossível brincar com a vida e passar impune.
Em todos os casos, sejam eles quais forem e seus motivos quais forem, devemos aprender a lidar com uma palavrinha chamada SUPERAÇÃO.
Não adianta revolta, incompreensão, ódio. Não adianta!
Tudo está certo.
Aprendamos com os sinais, aprendamos com as dificuldades que enfrentarmos. Aprendamos!
Aprendamos a superar cada cena ruim passada no filme de nossas vidas, pois mesmo que pareçam muito duras agora, com certeza, alguém lá em cima, traçou o melhor para nós.
Superar será sempre o melhor caminho a seguir diante de uma provação.


"A nossa maior glória não reside no fato de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda."
Confúcio

sexta-feira, 8 de abril de 2011

EU PEÇO PELOS OUTROS?



Uma pergunta para se pensar e para chegar a uma resposta.
"Eu peço pelos outros?"

Quando mergulho no fundo de minha alma, num momento comigo mesmo, eu peço pelos outros?
Quando lembro de agradecer a Deus, aos Santos e suas divindades, eu lembro de pedir qualquer coisa pelos outros?
Algumas pessoas, acredito eu, nem de agradecer se lembram! Quanto mais pedir pelos outros...

Escolhi esse tema pra falar hoje, porque ontem estive numa Casa Espírita que costumo frequentar aqui em Santa Luzia, assisti uma palestra onde o tema era "Chico Xavier -Amor, caridade e Humildade" e em um momento, fui escrever alguns nomes no Livro de Preces que havia na Casa.
E o mais interessante foi que, em meio a tantos nomes e letras diferentes, a última escrita antes de mim, estava assim:

"Peço prece às vítimas do massacre no Rio de Janeiro e, principalmente para o causador de toda essa tragédia".

Se referia a aquele episódio terrível do homem que entrou na escola e atirou em diversos jovens e crianças, matando muitas delas.
E o que eu achei mais interessante ainda, foi que não havia outros nomes escritos por esta pessoa. Ou seja, ela chegou diante do Livro de Preces, tendo a oportunidade de colocar seu próprio nome ou os de seus entes queridos, optou por pedir preces pelas vítimas e pelo causador, sem ao menos ter o menor contato com eles...
É como se você estivesse diante do Gênio da Lâmpada e tivesse somente um pedido, e na oportunidade de pedir pra si próprio e para os seus, você pedisse pela humanidade...

Posso ter exagerado, eu sei...
Mas pra mim, que li aquelas palavras, posso dizer que senti dessa forma.
E achei inacreditável e agradeci por ainda existir almas queridas que peça pelos outros antes de pedir pra si mesmo.

O mundo grita socorro.
O mundo apela pela sua compaixão, pelo seu mais rápido olhar, pelo seu coração e sua prece.
A vida tem passado tão rápido, os homens de terno andando apressados com seus note-books em pequenas maletas atravessando calçadas sem nem sequer trocar um único olhar com aquele que passa por ele...
Mas a nossa volta, milhares de pessoas sentem fome física e espiritual.
Milhares de pessoas anseiam pela sua mais simples expressão de amor.

Você se sentar, olhar para dentro de si mesmo e emitir um apelo sentido pelos seus irmãos de caminhada, já é uma grande ajuda, caso não tenha como ampará-los fisicamente.
Então, quando for fazer um pedido a Deus, peça pelos seus irmãos de jornada. Peça pelo mundo que implora por paz.
Só irá levar alguns segundos de seu dia.

"Aqueles que rezam fazem mais pelo mundo que aqueles que lutam; e se o mundo vai de mal a pior, é porque existem mais batalhas do que orações."
(George S. Patton)

quinta-feira, 7 de abril de 2011

SOCORRO, NÃO ESTOU SENTINDO NADA!

Esse aqui é pra você que está aí, neste instante, com o coração doendo, olhos inchados, sofrendo por amor!
Foi traído, não é correspondido, ama platônicamente, ama demais, foi ferido, está dividido... Enfim!
Pra você que diz não querer mais viver por sofrer tanto de amor...

Ei, espera aí!
É melhor sentir esses turbilhões de emoções aflorando de você do que não sentir nada!
Não concorda?

Cada dia mais me pego pensando dessa forma.
E foi aí que ouvi uma música de Arnaldo Antunes que diz o seguinte:

"Socorro, não estou sentindo nada
Nem medo, nem calor, nem fogo,
Nao vai dar mais pra chorar, nem pra rir
Socorro, alguma alma, mesmo que penada,
Me empreste suas penas
Ja não sinto amor nem dor, ja não sinto nada
Socorro, alguem me dê um coração,
Que esse ja nao bate nem apanha
Por favor, uma emoção pequena,
Qualquer coisa
Qualquer coisa que se sinta,
Tem tantos sentimentos, deve ter
Algum que sirva..."


E me toco do quanto deve ser horrível você passar pela vida sem sentir nada, sem se permitir amar, se enganar, decepcionar, sofrer!
Nem sempre essas sensações têm finais tristes!
E mesmo que tenham, antes deles, você sentiu coisas boas como aquele frio no estômago, a incerteza, a mente que te trai a todo instante pensando no alvo de desejo, tudo aquilo que te proporcionou noites e mais noites acordado...
Quantas vezes eu mesma disse pra mim que não gostaria de sentir mais? Muitas. Incontáveis!
Pensava que seria mais fácil se no lugar do meu coração existisse uma rocha.
Ah, mentira!
Muitos sabem como é bom sentir o coração bombear acelerado de tanta paixão! Você se sente vivo!
Feliz, mesmo que aquilo dure segundos!

Fomos feitos para sentir emoções e não para reprimí-las.
As histórias são escritas através das emoções e sem elas, não existiriam histórias, nem poesias, nem canções!
Já pensou nisso?
Então que tal nos permitirmos sentir alguma coisa no coração? Que não seja um ataque cardíaco, claro! rs...
Mas algo bom que mesmo que venha acompanhado de um sofrimento, que seja para se sentir e não se destruir, mas para se sentir...
Permita-se.
Não tenha medos.
Viva uma história de amor, viva uma emoção, faça seu coração bater forte e seus olhos brilharem tal qual dois faróis!
Sofra se preciso for, mas não faça sofrer.
Ame... para todos e sempre!
Amém!